domingo, 11 de setembro de 2011

Olha que a vida tão linda se perde em tristezas assim...


A morte não é nada.
Eu somente passei para o outro lado do Caminho.
Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês, eu continuarei sendo.
Me dêem o nome que vocês sempre me deram,
falem comigo como vocês sempre fizeram.
Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas,
eu estou vivendo no mundo do Criador.
Não utilizem um tom solene ou triste,
continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos.
Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.
Que meu nome seja pronunciado como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.
A vida significa tudo o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora de suas vistas?
Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do Caminho...
Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela como sempre foi.
(Santo Agostinho)

Dia de reflexão e dor. Hoje comemorei seus 87 anos. Impossível dizer se a dor é tão grande por não ter mais você comigo ou se é por ver que é possível alguém morrer de amor. Ela está se acabando e não tem mais vontade de viver. Nem todo o nosso amor por ela a traz de volta.

E para você que aqui veio, peço perdão pelo desabafo. Mas preciso falar para secar minhas lágrimas. Preciso repetir esta oração para acalmar meu coração.

6 comentários:

✿ chica disse...

Te entendo bem.Estou com minha mãe de 85 mais ou menos assim.è triste mesmo! beijos,força!chica

Tina disse...

Calma, doçura, fé e sabedoria para seu coração, seus sentimentos, seus medos, saudade, incompreensões.
Força e coragem.
"Conhece-te, aceita-te, supera-te."
Santo Agostinho

Aaliyahrj disse...

Um forte abraço e muita força. Um beijo no coração

lilisinha disse...

Oi querida!
Força, coragem!
Não esqueça o senhor falou!
Fale que te escutarei!
Bjos Carinhosos.

Regina disse...

Beatriz,

Acho q fui a primeira a ler esse post, mas não fiz nenhum comentário na hora, pq me emocionei muito, e não sabia o que escrever.
Ainda não sei o que escrever, mas senti q tinha q deixar você saber que entendo essa dor. Você está falando de sua mãe, correto?
Minha mãe fará 87 anos no início de outubro, e sinto pavor em pensar q ela possa ir embora em um momento em q não estarei por perto...
Obrigada por esse texto de Santo Agostinho. Eu não conhecia.

Claudia Andrade disse...

Esse amor ,essa dor , são tão imensos ,mais a alegria de compartilhar uma vida com alguém que nos gerou é suficientemente forte para nos arrancar o luto .Mais enquanto o tempo não cura ,ore medite e chore ...SIM esse é o momento ! força !essa você carrega dentro do coração ,uma linda mulher como você merece ser muito feliz ! E será !Preciosa para Deus e para nós que a acompanhamos beijo no seu coração!!!