quinta-feira, 21 de março de 2013

Um coração e muito blá blá blá

Tenho alma de historiadora (ou pelo menos gosto de pensar que tenho). É só encontrar um fragmento de informação que vou logo atrás e se o bom senso não me trouxer de volta à realidade sou capaz de ficar horas a fio querendo mais, procurando mais, investigando e juntando tudo feito retalhos de uma colcha. 


Desta vez, começou assim: li em um blog português que o bordado apresentado “foi inspirado nos corações de Viana”. 



E lá fui eu querendo saber mais. 

Aprendi que Viana do Castelo é uma das cidades mais conhecidas do norte de Portugal. Nesta cidade o coração é patrimônio emocional e é um ícone de sua cultura. 

A tradição remonta à oferta de um coração de ouro, feita por D. Maria I, como ex-voto ao Coração de Jesus pedindo para ter um filho varão. 

O coração então se faz presente em joias, ornamentos e bordados.

No bordado, ao lado do coração, sempre aparecem as camélias como elemento decorativo. No norte de Portugal as camélias são chamadas japoneiras levantando assim a suspeita que a camélia tenha vindo do Japão para Portugal, trazida pelos padres jesuítas. 

Fica então aqui um pouco de informação e as imagens como inspiração para o seu próximo trabalho.

Este é o coração ofertado por D. Maria I




As imagens são do Google

8 comentários:

Sissym disse...

Querida amiga,

Ontem foi o Dia do Blogueiro e não consegui falar com todos! Sou muito feliz por conhece-la, a importancia de cada um neste mundo. Desejo que continue contribuindo com artigos relevantes, motivação, criatividade e simpatia.

p.s.: que trabalhos lindos acima....

Muita paz.

Beijos

Pri disse...

Que post lindo. Mexeu comigo.
Porque sou descendente de portugueses e cultivamos muito esse bordado das últimas três imagens da minha família há várias gerações. Eu não domino e tenho pesquisado para fazer para minha casa.
Também deixei uma faculdade de história na Unifesp para me mudar para a Alemanha e tenho um caso com Portugal muito forte. Eu não conhecia essa tradição e te agradeço muito por dividir aqui, achei lindo. Vou contar pra minha mãe! :)
E sobre suas mãos esquerdas: tente, comece debaixo, com coisas simples e um dia você chega lá. Na verdade, eu ainda estou sempre aprendendo, nunca serei uma costureirinha avançada.
Beijos!

Ana Paula disse...

Que bom que dividiu conosco a sua curiosidade. Adorei saber sobre as japoneiras.
Quanto aos bordados, aprecio, com certo distanciamento! ( agora você já sabe o porquê ).
Beijo

✿ chica disse...

Que maravilha, adoro esses bordados e lenços assim, embora eu não faça!rs Muito legal! beijos,chica

Jussara Neves Rezende disse...

Amo Portugal, Beatriz... amo esses lenços com versos, esses bordados! Post lindo, minha querida!

simplesmente....fascinante disse...

Bom dia Beatriz,
achei a história muito interessante, já postei esses lencinhos bordados, mas não me aprofundei na história, que bom que alguém o faça.
Continue se aprofundando, nós agradecemos.
que nossa sexta seja cheia de detalhes maravilhosos.
bjão
Mari

Rovênia disse...

Meu Deus, que coisa mais linda. A história, os bordados, os waffes (que amo) de coração num pratinho provençal... Vontade de ir para Portugal, vontade de aprender a bordar para oferecer meu coração a todos que amo! Lindo post, lindo, lindo mesmo, Beatriz! Beijinhos bordados!

Regina Melo-Jocknevich disse...

Que bom que você tem essa curiosidade e vai atrás da informação. Que legal uma região ter como símbolo a imagem do coração. As 3 últimas fotos são os lenços do namorados, que eu também descobri sobre eles qdo vi em um blog português.