segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Ausência

Eu tento não esquecer a sua voz. Olho para as minhas mãos e observo os meus gestos na esperança de encontrar alguma marca genética. Tenho vontade de pegar o telefone e ligar. Quem sabe, numa realidade paralela, uma senhora franzina e elegante aguarda em vão uma ligação da sua filha.
04 anos sem você.

4 comentários:

✿ chica disse...

Tão linda! A saudade fica e muita! bjs, chica

Anônimo disse...

O tempo passa muito rápido, mas para alguns sentimentos parece que para. É a saudade que fica. bjs. Laura

Tina Bau Couto disse...

Linda ela
E comum o meu seu sentir e desejar
As vezes sinto como se tivesse que me lembrar, que meu padrinho se foi
Parece ontem estava aqui
Vontade de ouvir a voz
Poder telefonar
Fará 3 anos que se foi
Como assim?

Maria disse...

Ninguém parete verdadeiramente enquanto habita nosso coração abraço apertado amiga !
Bjs
Maria