quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Molho para salada

Quem já está na terceira idade (como esta que escreve por aqui) sabe bem como oscila a cotação dos alimentos e não é apenas no preço das gondolas do supermercado.

Alimentos são glorificados ou recebem a condenação do fogo do inferno porque não devem mais frequentar o fogo dos nossos fogões.

O vilão da vez é o glúten. É verdade que ele pode ser prejudicial ao organismo daqueles que sofrem de doença celíaca ou que têm intolerância ao glúten. Hoje, o ataque que sofre é consequência da proliferação das dietas desintoxicantes. O ovo até já mandou um recadinho: “Fica quieto que esta onda um dia vai passar”.

Um dos queridinhos da vez é o gengibre. Confesso que só o conhecia como um dos ingredientes do “quentão”, bebida das festas juninas por estas Minas Gerais.

Mas os cientistas identificam neste vegetal múltiplos benefícios terapêuticos porque favorece o sistema digestivo, respiratório e circulatório. Também é reconhecido como alimento termogênico, capaz de acelerar o metabolismo e favorecer a queima de gordura corporal.

Como já dizia minha vó “Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém” nós vamos experimentando novas formas de consumir o gengibre e na receita de hoje ele vai incrementar um molho para servir com uma saladinha de repolho (vale a pena experimentar também com outros vegetais).


Tem receita com quantidades e prontinha para você seguir? Claro que não... A cozinheira tem que calcular o número de pessoas na casa e colocar o seu tempero preferido .... ops, a sua alma.

Vamos, anime-se porque é muito fácil - ele fica com a consistência de um pesto (aquele molho italiano feito com manjericão).

Como fazer:
Em um liquidificador (olha aí o meu queridinho novamente) coloque para triturar:

Amendoim torrado
Algumas gotas de shoyo
Lascas de gengibre
Azeite

Bater até que todos os ingredientes estejam incorporados ao azeite.

Pode guardar na geladeira por vários dias.

Um pedido: se fez, conta para mim?

4 comentários:

simplesmentefascinante disse...

Boa tarde, Beatriz,
Seja muito bem vinda à nossa Blogosfera.
E já chegou...chegando.
Adoro saladas e esse molho me tentou.
Com certeza, irei experimentar.
Não tenho no momento, nem amendoim, nem gengibre, então vou ter que esperar.
Depois te conto.
Grande abraço de retorno.
mari

Sophie disse...

Guten Morgen, liebe Beatriz,
lange war ich nicht mehr auf deinem wundervollen Blog.
Und nun lese ich, dass du Ingwer nicht kanntest :-O
Ich trinke Ingwer-Wasser des öfteren.
Einfach ein paar Ingwerscheiben, kochendes Wasser drüber, und vielleicht noch etwas süßen und eine Scheibe Zitrone dazu.
Am besten alles in einer Thermoskanne zubereiten, dann bleibt der Tee die ganze Zeit heiß.
Schmeckt gut und ist auch noch gesund.
Was will man mehr... :-)

Herzliche Advents-Grüße
Sophie **

Tina Bau Couto disse...

Adoro gengibre
Adorei a receita e vou passar para meu irmão
Qd algum dos dois fizer, te conto
E se eu esquecer de contar não brigue comigo :)

Regina Melo-Jocknevich disse...

Boa noite minha querida.

Como sempre em poucas e boas palavras você diz tudo. Eu já não aguento esse 'ataque' ao glúten, e pensar que há pouco tempo poucos sabiam 'por onde ele andava...'

Eu não gosto de gengibre mas adoro amendoim, e como é uma receita sua vou guardá-la no meu pinterest para um dia experimentar, e depois lhe conto.

Beijo querida.