sexta-feira, 19 de julho de 2013

O que você vai ser quando crescer?


Gosto da propaganda na qual a mãe pergunta: o que você quer ser quando crescer? E as crianças respondem, inocentemente, quero ser amigólogo, abraçoterapeuta, mecânico de coração...

Não tenho lembrança do que escolhi quando criança. Sem angústias, a vida encontrou os seus meios e indicou os meus caminhos.

Hoje, se você perguntar eu vou responder: quero ser contadora de estrelas. Olhar os céus, espera-las surgir a cada noite, reconhece-las e acolher. Queria reuni-las, uma juntinha da outra, em um lindo ramalhete e que elas iluminassem os meus sonhos. Traria para junto de mim amores que perdi e que hoje brilham no firmamento.

Mas como acredito que sempre estou em processo de crescimento e amadurecimento, confesso que amanhã ou depois de amanhã eu posso mudar de ideia. Faça o que fizer, a probabilidade da minha escolha dar certo é de 50% e por isto sempre vale a pena acreditar, arriscar e tentar outra vez.

E você, o que quer ser quando crescer?

Eu vi aqui

13 comentários:

Rebeca disse...

FELIZ!!!!!!!!!!!!!!
Lindo texto!
Bjs

Ritinha disse...

Bom dia!!
Quando eu era pequena, sonhava em ser Aeromoça... achava linda a postura, a elegância das Comissárias de Bordo...
Mas, meus 1,54 me impediram de realizar esse sonho...
Mas, sou feliz na profissão que escolhi, e por tudo o que aprendi na vida.
Mas, ainda fico admirando as Comissárias quando viajo de avião.
Porém... a vida segue, não é mesmo?
bjs
Ritinha
Ah! Bom final de semana!!!

Tina Bau Couto disse...

Também adoro esse comercial e as profissões inventadas citadas.
Sua escolha tem que ter um cuidado, não apontar para contar, dizem por aqui que dá verrugas apontar para estrelas.
Eu imaginei ser uma das Panteras do filme, secretária, professora e provavelmente, não me lembro, mas tenho certeza mil outras coisas nada a ver uma com a outra.
Hoje eu desejo ser colunista do Zero Hora em se tratando de profissão real e nas horas vagas admiradora de rios emares, ouvidora e contadora de histórias, abraçoterapeuta, experimentadora de coisas gotosas, viajante de mil destinos, amiga de passarinhos.

Rosa Paula disse...

Que texto lindo! Também adoro aquela propaganda! Quando eu crescer quero ser alguém que olha para trás sem remorso, que se orgulha da sua caminhada e do que foi plantado e colhido pelo caminho!
Bom fim de semana!
Rosa
Le Paquet

Juliana Leal Valera disse...

Que lindo texto, infelizmente não sei que propaganda é...
Eu queria ser professora, enfermeira... O que de fato sou!!
Hoje posso dizer que quero ser amiga de animais!

Rosa Paula disse...

Ah, estou compartilhando lá no blog hoje!
Bjs

Cristiano disse...

Meu primo qdo era criança dizia "quero ser chefe!"

Eu queria ser jogador de futebol... :/

Pri disse...

Li lá no Le Paquet, da Rosa, lá em cima.
Mega lindo. Preciso começar a anotar isso.
Pra levar pra vida, pra não esquecer 'aquele texto lindo que li, como era mesmo?...'
Também não sei que propaganda é, mas nunca comprei nada que me tocou assim de propaganda. Sempre ficou só a propaganda e não o produto.
Eu queria ser pediatra. ♥

Rovênia disse...

Lembro da Cacá, uma das gêmeas, uns quatro anos atrás. O que você quer ser quando crescer, minha filha?
- Quero ser só mãe!

Ana Paula disse...

Um beijo para você e todas as suas estrelas que são um ramalhete de amor.
Beijo

Regina Melo-Jocknevich disse...

Boa tarde Beatriz.

A cada dia a poetisa que existe em você se revela lindamente.

ps.: respondendo sua pergunta: sabe q eu ainda não sei, mas gostei da possibilidade de ser uma contadora de estrelas...

Milton Kennedy disse...

Saudações, confesso que vim aqui pela curiosidade que o título do blog causou, rsrsrsrs, mas fiquei encantado com o que encontrei. Um cantinho simples e envolvente.
Cordial abraço.

Jussara Neves Rezende disse...

Que lindeza de texto e de imagem!