quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Ação de Graças



Era uma vez... existiam somente os deuses e não havia ainda as raças mortais. 


Quando chegou, então, o momento destinado ao seu nascimento, os deuses modelaram-nas, no interior da terra, misturando terra e fogo e os elementos que com estes se combinam. 

Quando estavam prontas para ser conduzidas para a luz do dia, os deuses encarregaram Prometeu e Epimeteu de as organizar e de atribuir a cada uma capacidades que as distinguissem. Epimeteu pediu, então, a Prometeu que o deixasse fazer essa distribuição. «Depois de eu a ter feito», disse, “tu passas-lhes uma revista”.

E assim começou a distribuir as qualidades, poderes e defesas tendo em conta o equilíbrio das espécies. E fez tudo com cautela, para que nenhuma espécie se extinguisse:

- Atribuiu força aos que não tornara rápidos

- Àqueles que contemplou com a pequenez, deu-lhes a possibilidade de fugirem voando ou uma habitação subterrânea

- A alguns deu velocidade, a outros força, ou asas, ou pelos para os cobrir, ou carapaças para os proteger.

- Calçou uns com cascos e outros com couro grosso e sem sangue.

- Em seguida, providenciou diferentes alimentos para as diferentes espécies: para uns, os pastos da terra; para outros, ainda, os frutos das árvores; para os restantes, raízes. A alguns destinou que fossem alimento de outras espécies; a estas últimas deu pequenas ninhadas, enquanto que às que lhe servem de alimento deu a fecundidade, providenciando assim a salvação da sua espécie.

Deste modo, Epimeteu esgota o seu estoque de poderes, e quando chega a vez do homem, não tem nada para lhe oferecer, deixando-o nu, descalço e sem abrigo nem defesa.

Estava ele nesta aflição, quando chega Prometeu para inspecionar a distribuição e vê que, enquanto as outras espécies estão convenientemente providas de tudo quanto necessitam, o homem está nu, descalço, sem abrigo e sem defesa. E já estava próximo o dia marcado, em que era preciso que também o homem saísse do interior da terra para a luz do dia.

Sem encontrar qualquer outra solução para assegurar a sobrevivência do homem, Prometeu decide então compensar o homem e, para isso, rouba o fogo e a sabedoria artística aos deuses e dá-as ao homem para que este possa sobreviver.

O homem recebe assim uma centelha divina. Não se trata de o homem ser a imagem dos deuses mas de ficar detentor de alguns dos seus poderes, o fogo como símbolo do espírito e as artes, como símbolos da capacidade de transformação do mundo.


Em virtude da sua afinidade com os deuses, o homem é por isso o único animal a reconhecê-los.

E é por isto que quando perguntamos a alguém “Como você está?” invariavelmente ouvimos “Estou bem, graças a Deus”.


Assim é que hoje, no Dia de Ação de Graças, é preciso que façamos um agradecimento a Deus pelas graças recebidas porque nossa existência somente é possível porque fomos abençoados pelo amor Divino.




8 comentários:

Tina Bau Couto disse...

FELIZ DIA DE AÇÃO DE GRAÇAS!
Graças e louvores demos a todo momento
ao Santíssimo Sacramento, a comida a nossa mesa, a ter um teto, a nossa família, a nossa saúde, a nossa vida \o/

*Na hora do almoço tem post de Ação de Graças por lá :)

✿ chica disse...

Que lindo isso! E temos mesmo sempre a agradecer! Eu olho todos os dias ao Alto, na hora de ver meus céus e agradeço... beijos,chica

Mariana disse...

Nossa, que lindo essa história, poxa vida... Me arrepiei. Lindo! Feliz dia de ação de graças! :) Beijos!

Leninha disse...

Minha querida Beatriz,

Muito linda a história, amiga, fiquei emocionada!
Um feliz Dia de Ação de Graças para você e todos os seus.

Bjssssss,
Leninha

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Beatriz, feliz Dia de Ação de Graças para você. Deus a abençoe.
Beijos
Manoel

Débora R. disse...

Feliz dia de Ação de Graças para você!

Regina Melo-Jocknevich disse...

Sem sombra de dúvida minha amiga. Gostei do texto.

ps.: pensei q o dia de Ação de Graças no Brasil fosse no início de novembro. Como minha memória está fraca :(

simplesmente....fascinante disse...

Boa tarde, Beatriz,
sim, vamos agradecer muito a Deus pelas graças que somos agraciados.
Que nossa sexta seja a continuação de nossos agradecimentos.
bjão
mari