quinta-feira, 29 de agosto de 2013

A corrente do bem


Assistindo a um programa de TV eu conheci a Rede Asta. 

O nome Asta vem de Astrea, da seguinte história: diz a mitologia que a humanidade viveu um período de obscurantismo e guerras, prevalecendo a maldade e a inveja entre os homens. Observando do Monte Olimpo o caos que reinava na Terra, Zeus decidiu enviar Astrea, a mais pura de todas as deusas. Astrea impôs justiça e ordem entre os mortais. A época em que Astrea permaneceu na Terra foi conhecida como a Idade de Ouro ou Idade Feliz. Foi uma época de igualdade, harmonia, abundância e espontaneidade.

Esta organização foi criada como um núcleo de venda de artesanato, feito em comunidades pobres, agregando qualidade e atitudes sustentáveis. Ela conta com 700 artesãos no Brasil e se enquadra na definição de um "negócio social", um negócio que vende um produto ou serviço para gerar renda e criar algum tipo de impacto social ou ambiental na sociedade.

Seus produtos estão disponíveis na internet, em uma loja física no Rio de Janeiro e é a primeira rede de venda direta de produtos de artesanato por catálogo, como é feito por empresa de cosméticos. Para se tornar uma revendedora dos produtos da Rede Asta basta se cadastrar no site, receber informações e começar a mostrar o catálogo para seus amigos, colegas e família. Assim se formou uma cadeia do bem onde todo mundo se beneficia.

A Rede Asta conta com diversos parceiros, dentre eles a Fundação Chanel que empresta o seu conhecimento (e o seu $$) para que os produtos vendidos pela rede possam se tornar uma grife desejada por todos.

Selecionei alguns de seus produtos e você pode visualizar todo o seu catálogo em www.redeasta.com.br/








6 comentários:

Tina Bau Couto disse...

Que interessante!
Nunca tinha ouvido falar, vou lá conferir.

Valeu pela divulgação amiga kinder :)

✿ chica disse...

Que legal! Não conhecia! Valeu! beijos,chica

Tina Bau Couto disse...

Esqueci de falar que adorei a parte mitológica :)

Juliana Leal Valera disse...

Que mega bacana, eu também não conhecia!
Beijos

Rovênia disse...

Gostei da história com explicação mitológica, da iniciativa social e da dica de compras. Os produtos são lindos e você soube construir um belo post! Bom fim de semana! :)

Regina Melo-Jocknevich disse...

Que legal! Me sinto bem e contente qdo fico sabendo das coisas, das atitudes boas, positivas do ser humano. Normalmente qdo lemos um jornal, ou vemos tv so existe tragedia e tudo de ruim q o ser humano e capaz de fazer.
Obrigada pela informacao, quero conhecer + dessa associacao.