terça-feira, 28 de agosto de 2012

O belo e o útil

De vez em quando eu encontro alguma imagem que me faz pensar sobre o bonito e o útil. Posso achar lindo estes alfineteiros mas será que são úteis? Será que precisa ser útil se são tão belos? Em tudo precisamos procurar o equilíbrio entre o útil e o belo?
(filosofia barata para uma terça de cabeça quente)



Somente quando vi estes bolsos no verso eu entendi como se guarda a agulha.

Eu vi aqui

4 comentários:

✿ chica disse...

Lindos!! E podem ser também úteis!!beijos,chica

Tina Bau Couto disse...

Lindos e maravilhosa a filosofia.
Para td e a td instante há que se ter equilíbrio, um pouco de futilidade com utilidade, de praticidade com beleza, de funcionalidade com necessidade e por ai lá vai.

Para cabeça quente, põe suco na cuba de gelo, espera e chupa depois, toma sorvete, toma banho frio, imagina tudo branco, depois tudo azul, reza e filosofa :)

“Concentrados no problema, não enxergamos a solução”

“Se seu problema tem solução, então não há com que se preocupar. E se seu problema não tem solução, toda preocupação será em vão.”
Provérbio Tibetano

"Comece o dia a maneira do sol esquecendo a sombra e brilhando de novo."
André Luiz

"As vezes quando tudo dá errado acontecem coisas tão maravilhosas que jamais teriam acontecido se tudo tivesse dado certo"

Maria Amélia disse...

Legal este pensamento. Acho a maior utilidade do belo é a de alegrar a alma. E nem precisa ser belo pra todo mundo. bjs

Leninha disse...

Minha querida Beatriz,

O que é belo para mim, pode não sê-lo para você e vice versa.E as coisas úteis não precisam ser feias,necessarimente.

Espero que a cabeça esteja mais fresca,amiga. E que tudo esteja correndo bem para vocês.

Bjsssssss,
Leninha