segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Primavera



Andei meio brava com a vida.

Triste porque diariamente recebo notícias que me fazem desacreditar deste país: a eternização do julgamento do mensalão, crimes violentos, a corrupção do dia e a sensação de que nada muda, ou a certeza de que é possível ficar pior ainda mais. De longe, as notícias de guerras, massacres e desastres naturais.

Aqui, uma saudade insuportável que nunca para de crescer. A correria do dia a dia, os problemas do cotidiano, uma onda de calor e o ar seco.

Aí chegam as fotos das orquídeas da casa da minha mãe. São como um abraço, informando que a primavera já chegou e que é preciso ser feliz o tempo inteiro.

Assim, vou saudar a chegada da primavera com a certeza de que não posso desistir de ser feliz, de procurar a paz em meu lar e em minha vida. Sei que a vida nem sempre é perfeita mas tudo o que ela quer é continuar.

O meu Bom Dia será sempre para o dia nascer feliz. Vou a-cor-dar dando ao meu dia a cor que ele precisa para ser feliz.


Cada flor deste jardim conta uma história: tem a orquídea que veio da casa da sua irmã mais velha, a outra foi presente do mecânico que atendia ao meu pai (a sra. é uma mulher muito chic e eu achei que esta flor vai agradar),  esta flor amarelinha chama-se camarão e a primeira muda ela trouxe há mais de 40 anos quando foi me visitar na pequena cidade onde, aos 18 anos, fui parar por causa do meu primeiro emprego. Tudo isto para lembrar que eu amo  tudo o que foi, o que deixou alegria.

9 comentários:

simplesmentefascinante disse...

Boa tarde, Beatriz
É a natureza sempre nos confortando.
Lembrei da música do Gonzaguinha: cantar e cantar e cantar e não ter a vergonha de ser feliz.
Um dia tudo vai ser diferente.
bjão e um resto de segunda com um sol mais ameno.
Mari

Rovênia disse...

Ao ler o seu texto, emocionei-me. Por que me irrito, me desiludo tanto! Lembrei de um pacotinho de sementes de flores que as meninas trouxeram e ainda não arrumei tempo. Acomodo-me quando não posso. Somos capazes de mudar rotas,Beatriz! Você tem um jardim florido na alma! :)

✿ chica disse...

A natureza traz as belezas que os políticos, governantes nos tiram! Linda primavera! beijos,chica

Lucia disse...

Tudo o que vc disse nos choca realmente!!! Eu fico, também, muito aborrecida com tudo isso!!! Mas, temos que continuar a nossa caminhada... E pedir a Deus que nos dê forças! Uma linda primavera pra vc! Bjs

Milton Kennedy disse...

Lindas as flores, Beatriz.
Abraços, saúde, agradáveis momentos e paz interior.

Maria Luiza disse...

Não se deixe abater, não Beatriz, porque amar um país onde tudo funciona é fácil, mas quero ver amar esse país com políticos sujos, usurpando tudo o que é nosso por direito! Ame as flores que tocam nossa alma ternamente! Grande abraço! Fique bem!

Anônimo disse...

Beatriz: se deixou saudades é porque foi muito bom, foi especial, ainda bem que temos tanta coisa boa para recordar. bjs Maria Rita

Anônimo disse...

Que lindas ficaram as fotos =)
Feliz por elas estarem aqui no blog. Estão mais lindas ainda de perto.

Beijo!
Mayara (a sobrinha e fotógrafa)
hahaha

Jussara Neves Rezende disse...

Lindo texto, Beatriz, lindas fotos!
Como ontem eu disse a um amigo que elogiou a minha força, sou mais teimosa que forte. Também ando meio brava com a vida, com a insegurança que reina no país, o absurdo dos impostos... essas coisas chatas que nos assolam... mas quanto mais brava eu fico, mais insisto na busca da beleza e da alegria. Pra valer a pena.
Abraço, lindo fds pra vc!
.